Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2007

Saudade

Hoje sentei-me à janela a ver a lua. Cigarro após cigarro o tempo passa. "Baforadas " de fumo ao ar lanço. Ninguém a meu lado. Só eu, a lua e as estrelas. E ,lá longe, ela brilha! Oh! Como brilha!! À minha volta , as estrelas cintilantes mais parecem rosas brancas, amarelas, enamoradas . ..apaixonadas por alguém.

Esta noite, amor , tantos beijos roubados, tantos beijos dados com amor, tantos beijos, sem sentido ,estão a serem dados. Tanto amor, tanta cama desfeita, tantas pétalas de rosas perfumadas servindo de almofada apaixonada. E eu aqui, tão só !

Olho o mar. Frio,melancólico,num vai e vem triste e sem sentido. Recordações amorosas passadas ?

 E este frio não me deixa adormecer. Este frio que ,há muito, me percorre as veias enquanto te espero. Por quê demoras tanto amor ? Vem ! Vem amor...suavemente!

Não me apetece fazer nada . Imagino-te, simplesmente! Tu que não sei quem és ! Olho o céu e nada mais.

Amanhã a lua brilhará outra vez. Eu...eu não sei se estarei aqui !

publicado por templum às 16:29
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Solidão

. ESPERO...

. OU...

. Se...

.

. ...

. À Minha Mãe

. PALAVRAS

. EXORTAÇÃO

. Agosto da minha infância

.arquivos

. Outubro 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds