Sábado, 31 de Março de 2007

ESPERANÇA

 

 


 

Não peças a Lua

Não... não peças nada,

Pois ,temos todas as estrelas

Para contar.

Não me peças o sol,

Nem peças só o mar

Pois, temos  todo o tempo

Para amar.

Não me peças o universo,

Eu só tenho comigo

Um  ramo de beijos

Para te amar !

Mas se quiseres pede tudo :

As estrelas, a terra, o mar...

E, no fim,  num simples olhar

A esperança de te amar !

publicado por templum às 15:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 29 de Março de 2007

P O E T A

De flor em flor

O poeta é  tudo.

No dia a dia,

O poeta nada tem.

De flor em flor

O poeta é tudo;

E há noites

Em que o poeta

Nem flor nem dia,

Somente a alegria

De viver só

P'ra recordar

Amores já mudos.

E quando é dia,

O poeta acorda,

E recomeça tudo,

Como se o passado

A léguas estivesse

Embora a recordação

No coração mantivesse!

publicado por templum às 01:42
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 28 de Março de 2007

Sem inspiração

 

 

... e aqui quero dormir

entre as pálpebras

do mar e da terra

e sonhar com a Primavera

que  virá...

um dia !

publicado por templum às 01:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 25 de Março de 2007

Saudade

 

Toda a noite chorei por ti.

Não dormi.

Chorei toda a noite.

E as lágrimas saciaram meus lábios

Como se de beijos teus se tratasse.

Toda a noite não dormi ,amor,

Pensei toda a noite em ti.

Os pensamentos

Saciaram meu desejo

Como se teu corpo

A meu lado repousasse.

Por isso, não dormi toda a noite.

Voei,

Voei em sonhos sobre ti,

Suave como gaivota ao vento.

E no amanhecer,

O desespero,

A solidão,

O desalento...

Sem ti !

publicado por templum às 15:55
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 24 de Março de 2007

Esta noite

 

Esta noite, amor ,

Deita-te a meu lado

Acaricia-me enquanto durmo.

Aquece o meu peito,

Beija meu corpo

E deixa-te estar, assim , quieta.

A meio da noite acorda-me,

Com um beijo suave e doce,

Que valha mil beijos

E não digas nada, amor .

Não faças nada.

Abraça-me só

E ao ouvido diz que me amas.

Deixa-te estar, assim ,quieta

Como mãe que te vai na alma.

Não quero nada mais, amor !

Só a tua ternura,

Só o teu cheiro,

Só a tua presença,

Só o teu bafo quente,

Só ....

Só a ti meu amor !

publicado por templum às 18:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 19 de Março de 2007

Dia do Pai

"Pai... Tudo bem ? Tens comido bem ? Tens descansado muito ?Espero que sim... É só para veres que me preocupo contigo... E claro, como sabes hoje é o TEU DIA... Um feliz Dia do PAI...Beijo , adoro-te muito !!"

Ter assim uma filha, só eu ! Adoro-te! Sabes disso...Tive, assim, um dia feliz. Sou um pai Babado.

Melhor poema, não há !

publicado por templum às 21:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 17 de Março de 2007

Anoiteceu

Trabalho de dia, penso à noite

Cercado de mar e  montanhas

De cânticos das cigarras

Do barulho do mar

Das estrela solitárias...

Sozinho , vejo , às vezes,

Barcos parados no cais

Com velas  viradas a norte

Inchadas pelo silêncio de  morte.

Sou um barco, assim , parado

Esperando um novo sopro

De vento, de sol e de sorte.

Sozinho, vejo ,às vezes,

O beijo  triste do mar no sol

Num fim de tarde que ,ainda ,não é noite

Numa noite que ainda é tarde.

Palavras! Somente palavras.

Anoiteceu ,

Palpitante de sonhos

A lua chegou.

 

publicado por templum às 21:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Solidão

. ESPERO...

. OU...

. Se...

.

. ...

. À Minha Mãe

. PALAVRAS

. EXORTAÇÃO

. Agosto da minha infância

.arquivos

. Outubro 2008

. Janeiro 2008

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds